Até os 30 anos de idade o corpo humano acumula cálcio. Depois, ele passa a consumir as reservas que armazenou.

Estudo mostra quais produtos lácteos são melhores para os ossos

Estudo mostra quais produtos lácteos são melhores para os ossos

Está mais do que comprovado que o leite é a principal fonte de cálcio para o nosso organismo. Não à toa, as crianças devem consumir este alimento em abundância a fim de garantir uma boa estrutura de ossos e dentes.


Mas esta afirmação não vale apenas para os pequenos, pelo contrário. A fim de prevenir a osteoporose, é recomendável que o público mais suscetível à doença – como as mulheres após a menopausa – consumam até três copos de leite ao dia.


Em linhas gerais, também é consagrado o consumo de derivados do leite como fonte rica em cálcio para nosso organismo. Mas será que isso vale para todos os derivados? A resposta é: não! Um estudo americano, desenvolvido pelo Institute for Aging Research (Instituto de Pesquisa sobre o Envelhecimento), ligado à universidade de Harvard, e publicado na revista Archives of Osteoporosis, mostra que nem todos os laticínios são assim tão benéficos para a prevenção da perda de massa óssea.


Como a gordura em excesso é prejudicial ao equilíbrio do cálcio no organismo, é necessário que tanto o leite quanto seus derivados devam ser consumidos em suas versões desnatadas ou light. No caso dos queijos, isso equivale a dizer que devemos privilegiar os queijos brancos no lugar dos amarelos, mais ricos em gorduras.


A pesquisa mostrou também que o creme de leite não ajuda em nada no combate à perda de massa óssea. Além de não conter níveis adequados de cálcio, este derivado é muito “gordo”, o que só atrapalha no processo. E, atenção: o mesmo vale para os sorvetes!


Outro ponto interessante levantado pela pesquisa é que o consumo de leite e iogurtes ajuda bastante no fortalecimento da massa óssea na região do quadril, mas apresenta resultados menos expressivos no fortalecimento da coluna vertebral.


Parece ficar claro, o consumo de leite desnatado e seus derivados pouco gordurosos é, sim, fundamental para prevenir a osteoporose. Porém, não é tudo. O consumo de outros alimentos ricos neste mineral, como vegetais e peixes, além da suplementação, são muito importantes para manter o bom nível de cálcio no organismo.

Referências:

Sociedade Brasileira de Reumatologia. Estudo mostra resultados de produtos lácteos para os ossos. In: Sociedade Brasileira de Reumatologia [http://www.reumatologia.org.br]. Acesso em 2017 Mai 18. Disponível em: http://reumatologia.org.br/www/2013/09/17/estudo-mostra-resultados-de-produtos-lacteos-para-os-ossos/
Laura Tavares. 10 alimentos fonte de cálcio que não contém leite. Minha Vida In: [http://www.minhavida.com.br]. Acesso em 2017 Mai 18. Disponível em: http://www.minhavida.com.br/alimentacao/galerias/16122-10-alimentos-fonte-de-calcio-que-nao-contem-leite

Onde comprar

lojas virtuais

Compre e receba CALCITOTAL sem sair de casa

Logotipo da drogasil Logotipo da Drogaraia logotipo da araujo
Logotipo na Nissei Logotipo da venancio Logotipo da paguemenos

 

Lojas físicas

Descubra onde comprar CALCITOTAL perto de você

Ativar localização atual