Você está em:

Como evitar as varizes?

Saiba como minimizar o aparecimento de varizes

As varizes, nome popular da doença venosa, acomete homens e mulheres. São veias que entopem nos membros inferiores e ficam dilatadas e tortuosas, causando sintomas como dor, peso e cansaço. A trombose venosa é a formação de coágulos dentro das veias, elas são perigosas pois podem se desprender e ir para o pulmão, ocasionando embolia pulmonar. Não descuide, a seguir você terá orientações educativas para conviver e evitar com o aparecimento de varizes.

TENHO DOENÇA VENOSA. E AGORA?.

TENHO DOENÇA VENOSA. E AGORA?

A doença venosa, cuja manifestação mais frequente são varizes nas pernas, ocorre quando a pressão nas veias aumenta e há dificuldade do retorno do sangue para o coração. Os principais sintomas são dor, sensação de peso e cansaço nas pernas, queimação, ardência nas regiões em que as veias estão dilatadas e, eventualmente, câimbras noturnas e coceira.

A boa notícia é que os conhecimentos sobre a patologia e os tratamentos avançaram muito nas últimas décadas, aumentando a qualidade de vida de quem vive com esse mal.

como melhorar a circulação e evitar o avanço das varizes?

COMO MELHORAR A CIRCULAÇÃO E EVITAR O AVANÇO DAS VARIZES?

A doença venosa é crônica e não há, até o momento, uma cura, mas é possível controlar seus sintomas. Portanto, a educação sobre o tema é muito importante. Confira algumas dicas para lidar com as varizes e melhorar a circulação sanguínea:

Manter um peso adequado.
Atividade física moderada e regular, pouco importa qual tipo – ginástica, caminhada, esteira, hidroginástica, treino funcional, natação e mesmo musculação ajudam a circulação sanguínea.
Uso de sapatos confortáveis. Evite saltos demasiadamente altos ou muito baixos.
Dependendo do caso o uso de anticoncepcionais é até contraindicado, principalmente as orais. Portanto, não tome contraceptivos orais sem consultar um médico
O uso de meias de compressão é um bom meio de melhorar o retorno venoso.

Converse com seu médico angiologista ou cirurgião vascular para obter mais informações. Confira o infográfico abaixo sobre o assunto:

Infografico Doenca Venosa Cronica

Infografico-Doenca_Venosa-Cronica.pdf (PDF 500kb)

 

Venocur

Fontes consultadas:

Agus GB, Allegra C, Arpaia G, et al. Guidelines for the diagnosis and treatment of chronic venous insufficiency. Italian College of Phlebology. Int Angiol. 2001;20(2 Suppl 2):1-37. Haimovici H. Haimovici’s vascular surgery. 5. ed. Malden, Massachusetts: Blackwell Publishing; 2004. Maffei FHA, Lastoria S, Yoshida WB, Rollo HA. Doenças vasculares periféricas. 3. ed. Rio de Janeiro, RJ: Medsi; 2002. Onida S, Davies AH. Varicose veins: diagnosis and management. Nurs Times. 2013 Oct;109(41):16-7. Rutherford RB. Vascular surgery. 6. ed. Philadelphia, PA: Elsevier Saunders; 2005.

Referências:

  1. Agus GB, Allegra C, Arpaia G, et al. Guidelines for the diagnosis and treatment of chronic venous insufficiency. Italian College of Phlebology. Int Angiol. 2001;20(2 Suppl 2):1-37.
  2. Haimovici H. Haimovici’s vascular surgery. 5. ed. Malden, Massachusetts: Blackwell Publishing; 2004.
  3. Maffei FHA, Lastoria S, Yoshida WB, Rollo HA. Doenças vasculares periféricas. 3. ed. Rio de Janeiro, RJ: Medsi; 2002.
  4. Onida S, Davies AH. Varicose veins: diagnosis and management. Nurs Times. 2013 Oct;109(41):16-7.
  5. Rutherford RB. Vascular surgery. 6. ed. Philadelphia, PA: Elsevier Saunders; 2005.