Você está em:

Varizes: tudo o que você precisa fazer sobre esta doença venosa

Veias dilatadas que aparecem com mais frequência nas pernas e nos pés causando dor e desconforto.

As varizes são vasinhos que se formam com mais frequência nas pernas e pés, resultam de veias tortuosas e dilatadas. Ficar em pé parado ou por muito tempo sentado influencia o quadro, pois aumenta a pressão nas veias da parte inferior do corpo. Essas veias dilatadas que geralmente ocorrem na parte mais superficial da pele, o que as deixam visíveis. Conheça nosso sistema venoso:

conheça nosso sistema venoso

Mulheres têm mais fatores de risco para desenvolver doença venosa.

MULHERES TÊM MAIS FATORES DE RISCO PARA DESENVOLVER DOENÇA VENOSA

A doença venosa, cuja manifestação mais frequente são as varizes, ocorre quando a pressão nas veias aumenta e há dificuldade do retorno do sangue para o coração. Acontece, principalmente, nos membros inferiores e suas formas de manifestação mais comuns são: dor, sensação de peso e cansaço nas pernas, queimação, ardência nas regiões em que as veias estão dilatadas e eventualmente câimbras noturnas e coceira. Apesar das mulheres terem mais propensão em ter varizes por questões biológicas e condições como a gravidez, os homens também são vítimas da doença venosa (saiba mais aqui), porém muitas vezes os pelos na perna impedem a visualização das primeiras marcas e eles só se dão conta quando a dor começa a incomodar. Em média, um em cada cinco homens sofre com varizes.

Banner Venocurfit

Por que as varizes ocorrem mais nas mulheres?

POR QUE AS VARIZES OCORREM MAIS NAS MULHERES?

Os fatores de risco que podem desencadear ou facilitar o aparecimento de varizes são vários, mas uma parte considerável está presente, preferencial ou exclusivamente, em mulheres:

Gestação.
Presenças de estrógeno e de progesterona, do próprio organismo ou de uma fonte externa (anticoncepcionais ou terapia de reposição hormonal).
Doença ginecológica com aumento da estrutura pélvica pode ocasionar a compressão das veias que drenam as pernas.
Maior susceptibilidade à obstipação intestinal.
Uso por longos períodos, em pé, de salto alto, que pode comprometer o retorno venoso nas pernas.
Outros – obesidade, sedentarismo, longos períodos em pé ou carregando peso e, principalmente, uma tendência genética / familiar.

Banner Venorcufit

Quais são os sinais e os sintomas da doença venosa?

QUAIS SÃO OS SINAIS E OS SINTOMAS DA DOENÇA VENOSA?

Os sintomas podem variar muito de pessoa para pessoa. Os principais são:

Presença de veias dilatadas e tortuosas que podem ser facilmente observadas nas pernas e nas coxas.
Dor que, tipicamente, é em peso, como queimação ou cansaço, especialmente ao fim do dia, em dias mais quentes ou quando a pessoa ficou muitas horas em pé.
Nos dias imediatamente antes da menstruação assim como nos dias iniciais, costuma haver a exacerbação desses sintomas.
Eventualmente, câimbras e coceira podem ocorrer nas pernas.

Qual o tratamento indicado?

A doença venosa é crônica e não há, até o momento, uma cura. Os tratamentos visam à melhora dos sinais e sintomas e estão divididos em três grupos principais:

Cirurgia convencional.
Tratamento percutâneo ou minimamente invasivo.
Tratamento com medicamentos ou conservador.

Converse com seu médico angiologista ou cirurgião vascular para, com você, escolherem a melhor opção para seu caso.

Banner Venorcufit

Referências:

  1. Bihari I, Tornoci L, Bihari P. Epidemiological study on varicose veins in Budapest. Phlebology. 2012 Mar;27(2):77-81.
  2. Haimovici H. Haimovici’s vascular surgery. 5. ed. Malden, Massachusetts: Blackwell Publishing; 2004.
  3. Maffei FHA, Lastoria S, Yoshida WB, Rollo HA. Doenças vasculares periféricas. 3. ed. Rio de Janeiro, RJ: Medsi; 2002.
  4. Onida S, Davies AH. Varicose veins: diagnosis and management. Nurs Times. 2013 Oct;109(41):16-7.
  5. Rutherford RB. Vascular surgery. 6. ed. Philadelphia, PA: Elsevier Saunders; 2005.